quinta-feira, 14 de abril de 2011

VIAGEM






O meu sofrimento ultrapassou em muito a minha vontade de continuar aqui.
Decidi partir, para não ser totalmente despojado daquilo em que acreditei e procurei pôr em prática, vou com o pouco que me resta.
Aos que ficam contentes com a minha partida, alguns desejaram-na muito, que fiquem em paz.
Aos meus queridos amigos e amigas, que me amam, peço as minhas desculpas pela partida sem avisar, tive receio que me retivessem, pensando que seria o melhor para mim, por isso peço desculpa, podem ficar com a certeza que estarei convosco até que a vossa memória de mim se desvaneça, porque:

“A morte não é nada,
Só passei para o outro lado,
Eu sou eu. Vós sois vós.
O que eu era para vós, continuo a ser.
Dai-me o nome que sempre me deste,
Falai-me como sempre o fizeste.
Não empregueis uma maneira diferente,
Não tomeis um ar triste.
Continuai a rir daquilo que nos fazia rir juntos,
Sorriam e pensem em mi m.
Que o meu nome seja pronunciado em casa
Como sempre foi,
Sem exagero de coisa alguma.
A vida significa tudo o que sempre foi.
O fio não está cortado.
Porque estarei fora do vosso pensamento?
Simplesmente porque não me vedes?
Não estou longe,
Só estou do outro lado do caminho.”
Charles PÊGUY

Há pessoas a roubar terrenos públicos e comunitários, as futuras gerações vão sentir a sua falta, os homens de honra e honestos de hoje, devem evitar isto.
Aqui está um exemplo

Se os sócios desejarem a ACRZ será uma Associação de referência no Concelho de Cantanhede
--
Vou ser vigilante de algum modo.

Carlos Rebola

Visite-nos em:
http://papaluas.ning.com/
http://paoemel.blogspot.com/
http://ferroada.blogspot.com

3 comentários:

Táxi Pluvioso disse...

Foi mesmo o Carlos que morreu? isto é bastante triste...

xistosa - (josé torres) disse...

Cheguei agora aqui.
Levei um soco no estômago.
Não o conhecia pessoalmente, (era a amizade que se cria e vai engrandecendo na Net) mas a grandeza que nos transmitia nas suas palavras, deixavam antever um coração enorme.
Fico sem palavras apesar de saber que não somos nada nesta vida.
Paz à sua alma e à família enlutada, se puderem aceitar, sentidos pêsames.
Um até logo Carlos.

António Jesus Batalha disse...

Olá meus queridos irmãos. Paz e graça de Jesus.
Parabéns pelo blog muito edificante. Eu acredito que; crescemos quando lemos, quando compartilhamos. Aprendendo uns com os outros, crescemos na graça e conhecimento da Palavra.
Aproveito a oportunidade para compartilhar também meu blog. Contém ensinos, de crescimento, edificação e exortação, muitos poemas e algumas músicas tudo dentro do carisma evangélico.
Ficarei feliz por vossa visita e muito mais ainda se nos seguir.
Que Deus continue a abençoar-vos ricamente. Antonio Batalha.